A Epic Student, uma associação sem fins lucrativos que trabalha na promoção do sucesso escolar com jovens de várias idades em territórios TEIP – Territórios Educativos de Intervenção Prioritária – está a testar uma dinâmica de jogo em sala de aula.

Estes jogos, que incluem princípios de auto-regulação, disciplina, jogo de equipa e respeito pelos adultos e pelos pares, estão em fase de teste em três agrupamentos escolares de Lisboa, e vão agora ser testados em outras escolas do país, como o aval da Direcção Geral de Educação.

Francisco Miranda e Joana Lopes, do projecto SPOT, acompanham-nos numa visita que a Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa – Maria Manuel Leitão Marques – e a Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade – Rosa Monteiro – fizeram a duas salas de aula em que estão a ser implementados os jogos desenvolvidos pelo SPOT, no Bairro Padre Cruz.

O objectivo é que estes jogos, para já restritos às aulas de cidadania, possam alterar drasticamente a dinâmica de captação de conteúdos nas aulas e a própria disciplina dos alunos, desde os mais irreverentes aos mais entediados, distraídos ou desinteressados.

Um trabalho de António Castelo.