fbpx

#entretantonacovadamoura: O Bairro do Alto da Cova da Moura é a casa de milhares de imigrantes africanos e dos seus filhos que cá nasceram, que tal como os pais não são reconhecidos como cidadãos portugueses.

São cidadãos de um país onde nunca foram, não podem ser cidadãos do país onde sempre viveram, e vivem marginalizados em todos os aspectos – geograficamente, burocraticamente, e socialmente.

Esta série Qi pretende mostrar uma comunidade que vigora, apesar de todas as contrariedades, e que teria muito mais para dar ao resto da sociedade portuguesa, se lhe fosse dada essa hipótese.

Honestamente dada.

Um trabalho de António Castelo.